Chinelos, material e criação

Chinelos, material e criação

O chinelo é um tipo de calçado aberto, feito de borracha, PVC, couro, palha, tecido ou outro material. Possui o formato aproximado do contorno de cada um dos pés. A palavra “chinelo” vem do latim medieval *planella, de planus,-a,-um ‘plano’, segundo Corominas, talvez por influência do dialeto genovês cianella (it. pianella, dim. de piano ‘plano’).

Alguns chinelos apresentam uma tira bifurcada com origem entre o dedão e o indicador do pé e que se estendem aproximadamente por 11 centímetros até as laterais do pé. Outros chinelos são formados apenas por uma tira, de largura variável, que passa sobre o peito do pé.

Muitas vezes os chinelos são calçados de uso doméstico, durante os dias quentes, especialmente no verão, ou como acompanhamento do traje de dormir. Pode também compor parte do traje de banhistas, na ida à praia ou na beira da piscina. Nada impede, porém, que também sejam usados socialmente.

É um importante calçado no contexto de moda dia a dia, principalmente em cidades litorâneas e com clima quente. Suas principais características são os dedos de fora, sem salto (com salto seria uma sandália), e com ou sem tiras no tornozelo. Também são chamadas de rasteiras ou rasteirinhas.

A poluição do meio ambiente é uma grave ameaça à vida na Terra, afetando inclusive a possibilidade de sobrevivência humana. A boa notícia é que grande parte dos indivíduos já está consciente de que é preciso fazer algo para mudar o rumo desse processo, muito embora nem todos sigam o protocolo.

O protocolo de combate à poluição causada pelo descarte de lixo por parte da sociedade são os chamados 3 Rs da sustentabilidade, que compreendem as três medidas a serem adotadas sistematicamente por todos para reduzir a emissão de lixo. São elas:

  • Reduzir a quantidade de resíduos gerados;
  • Reutilizar materiais;
  • Reciclar.

A redução consiste na adoção de novas tecnologias que não impactem o meio ambiente de forma negativa, como a utilização de fontes de energia solar e eólica. A reutilização, por sua vez, está ligada ao reaproveitamento de materiais normalmente jogados no lixo para outras finalidades — como caixas, latas e folhas de papel.

A importância da reciclagem

A reciclagem é o terceiro “R”, e está ligada ao controle do descarte de lixo. A reciclagem consiste no reaproveitamento de materiais, que são usados na produção de novos itens, gerando economia de recursos naturais e também para as empresas.

Um ser humano produz diariamente cinco quilos de lixo. Com a coleta seletiva do lixo e o encaminhamento desses materiais para a reciclagem, é possível evitar que grande parte desse lixo seja descartado no ambiente, onde causará poluição e diversos danos ambientais.

Reciclagem da borracha de chinelo

Praticamente 100% dos produtos feitos com borracha podem ser reaproveitados por meio da reciclagem. Isso é muito positivo para o meio ambiente, uma vez que a borracha é um material de difícil decomposição, seja ela oriunda da extração natural das seringueiras ou de derivados do petróleo.

A borracha que compõem os chinelos é a chamada borracha microporosa, que é vendida na forma de placas coloridas. O excedente de matéria prima pode ser usado na reciclagem: o processo é o mesmo para ambos os tipos de borracha, natural ou sintética, e consiste em triturar, aquecer e pressionar o material para se obter um novo material que tem a mesma consistência da borracha quando nova.

Uma recomendação aos fabricantes de chinelos é tentar aproveitar melhor a matéria prima. A recomendação é comprar placas grandes (1,5 m por 0,95m), que reduzem o desperdício por conta da possibilidade de reduzir as margens entre os cortes — o que propicia melhor aproveitamento da borracha e aumenta o número de itens produzidos. Esta medida é uma excelente forma de evitar desperdício de borracha, mas também de aumentar a margem de lucro da empresa.

Quem vai abrir uma fabrica de chinelos irá precisar não só de uma maquina apropriada para a fabricação dos produtos, mas também de outros acessórios básicos e dentre eles está a matéria prima para fazer chinelos que certamente será o item mais importante nesse processo todo. De qualquer forma, muitas pessoas querem trabalhar nessa área ou até já estão iniciando, mas não sabem exatamente quais as matérias primas necessárias.

Então para deixar tudo bem claro aqui e ainda passar algumas dicas interessantes para quem está iniciando a fabricação dos próprios chinelos para vender, eu fiz questão de escrever esse artigo de hoje. Se você ler até o final, poderá entender quais são as matérias necessárias para a fabricação do chinelo e informações que irão agregar valor ao seu trabalho a partir de agora.

Matéria prima para fazer chinelos

A borracha é a principal matéria prima para fazer chinelos, pois ela será utilizada para criação do solado e dará forma ao seu chinelo produzido, então certamente você precisará encontrar um fornecedor do ramo para adquirir suas placas de borracha (EVA) e iniciar a fabricação dos chinelos. Esses produtos virão na forma de placas coloridas, onde você poderá comprar uma placa grande que será utilizada para fazer vários chinelos ou mesmo uma placa menor que será sob medida para fabricar apenas um par de chinelo.
Eu até escrevi aqui recentemente um artigo falando sobre a borracha para fazer chinelos e algumas dicas que você deverá levar em consideração na hora de compra-la, pois existem certos tipos de borrachas que não tem uma boa qualidade e isso irá prejudicar no seu próprio trabalho. Então procure suprir sua pequena fabrica com borrachas das mais variadas cores para trabalhar e ofereça, assim, produtos interessantes para seus clientes.

Tiras para fazer chinelos

Além da borracha, que será fundamental para seu trabalho, também será necessário investir na compra de tiras para seus chinelos e elas também serão indispensáveis para tudo isso. O certo é que as tiras são sempre coloridas e acabam causando uma beleza maior ainda para o chinelo, então pesquise para encontrar bons fornecedores e adquira sua matéria prima para fazer chinelos.
Você poderá comprar as tiras tradicionais ou mesmo inovar e produzir chinelos com as tiras slim, que estão tendo uma boa saída atualmente. Essa matéria prima geralmente é comprada em pacotes de 10 pares, sendo que cada um desses pacotes será de uma cor diferente.

Onde comprar matéria prima para chinelos?

Uma das grandes dificuldades de quem abre uma fabrica e está necessitando da matéria prima para fazer chinelos é encontrar bons fornecedores. Para começar, a melhor opção talvez seja pesquisar na sua própria região por empresas que trabalham fornecendo esse tipo de matéria prima, no entanto isso é muito difícil em algumas localidades.
Fontes –
http://tudoparachinelos.blogspot.com.br/2014/04/materia-prima-para-criacao-de-chinelos_2647.html
https://pt.wikipedia.org/wiki/Chinelo
http://www.fragmaq.com.br/blog/entenda-como-e-feita-reciclagem-de-borracha-de-chinelo/

 

2 thoughts on “Chinelos, material e criação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Powered by